Classificação de Salas Limpas

Realizamos ensaios que permitem classificar salas limpas, baseando-se na Norma ISO 14644-1.

Salas Limpas são ambientes controlados ou áreas esterilizadas com controlo ambiental definido em termos de fluxo de ar, pressão, temperatura, humidade, contaminação microbiana e partículas. Portanto, uma Sala Limpa deve ser um ambiente que minimiza ao máximo a inserção, geração e retenção de partículas e outros contaminantes no seu interior.

Quais os Edifícios de Serviços que tem Salas Limpas

As salas limpas são necessárias em laboratórios e indústrias de diversos segmentos, como: Hospitalar, Indústria Eletrónica, Química e Veterinária, Laboratorial, Odontológico, Produtos Cirúrgicos, Farmacêutico, Manipulação e Homeopatia, Próteses e Implantes, Nanotecnologia, Nutrição Parenteral, Máquinas e Equipamentos, Ótico, Alimentício, Cosméticos, Embalagens, Higiene e Beleza, entre muitos outros.

Como são Classificadas as Salas Limpas?

Para garantir a devida proteção ao ser humano, a pureza do ar exigida numa sala limpa, deve ser determinada conforme as necessidades de cada situação específica. A fim de distinguir sistematicamente diferentes níveis de qualidade de áreas limpas, foram estabelecidas classes de pureza de ar.

As salas limpas são, então, classificadas através de Normas, em função da pureza do ar interior, ou seja, da concentração de partículas por unidade de volume de ar.
Para classificação de salas limpas foram adotados padrões preconizados pela International Standards Organization (ISO). A classificação de salas limpas contida na parte 1 da Norma ISO 14644 é a mais utilizada atualmente. Nesta, as Salas Limpas estão classificadas em 9 Classes – Classe 1 a Classe 9, de acordo com o número de partículas com diâmetros compreendidos entre 0,1 µm e 5 µm, por metro cúbico de ar amostrado.

 

O que fazemos

Dispomos de uma equipa técnica especializada para a monitorização e avaliação dos parâmetros físicos, químicos e biológicos:

  • Partículas em suspensão (fração PM0,3), [μg/m3]

  • Determinar as condições de pressão das salas

  • Partículas em suspensão (fração PM0,5), [μg/m3]

  • Pressão diferencial para verificação da condição de subpressão ou sobrepressão das salas;

  • Partículas em suspensão (fração PM1), [μg/m3]

  • Contagem de Bactérias no ar, [UFC/m3]

  • Classificação de salas limpas, segundo a Norma ISO 14644-1

  • Contagem de Fungos no ar, [UFC/m3] 

  • Medição de caudais e renovações de ar

 

 

Equipamentos de amostragem

Todos os equipamentos de ensaio e monitorização utilizam metodologias de referência e são calibrados anualmente por organismo e entidades competentes.

A contagem do número de partículas numa sala é realizada com um equipamento de leitura direta, que possui vários canais de leitura e com datalloger, que permite a recolha e o armazenamento de dados para posterior análise e tratamento.

A Anambconsul nas Redes Sociais

Visite-nos nas redes sociais!